Ditados e ditos populares portugueses

ditados populares

Muito conhecidos e usados por todos nós, os ditados e ditos populares portugueses trata-se de expressões regionais e cujos autores são desconhecidos. Esses ditos transmitem conhecimentos comuns sobre a vida, passando de boca em boca ao longo das gerações.

Seja como forma de conclusão ou em resposta num diálogo, existe quase sempre um ditado popular adequado a essas ocasiões. Por exemplo, quem é que não conhece o famoso abril, águas mil? Mas este não é o único dito popular, existem milhares, alguns até desconhecidos.

Independentemente de ser sobre os meses ou não, estás pronto para conhecer alguns dos ditados e ditos populares portugueses? Continua a ler o nosso artigo!

Ditados populares portugueses sobre os meses

Sempre que chega um novo mês, é comum ouvir-se um ditado popular que, por norma, resume-o ou caracteriza-o. Além disso, a última palavra do dito popular costuma rimar com o nome do mês em causa. Curioso, não é?

Exemplos ditados populares sobre os meses

Janeiro

A água de janeiro vale dinheiro.

Fevereiro

Quando não chove em fevereiro, nem bom prado nem bom celeiro.

Março

Em março, tanto durmo como faço.

Abril

Em abril, águas mil.

Maio

Peixe de maio, a quem vo-lo pedir, dai-o.

Junho

Chuva no S. João tira vinho, azeite e não dá pão.

Julho

Chuva de julho que não faça barulho.

Agosto

Quem debulha em agosto, debulha com mau rosto.

Setembro

Setembro comendo e colhendo.

Outubro

Outubro suão, negaças de verão.

Novembro

Em dia de São Martinho (11), lume, castanhas e vinho.

Dezembro

Dos santos ao Natal é inverno natural.

Conhecido como um rapaz talentoso, fizemos uma seleção das melhores anedotas do joãozinho.

Ditos populares começados com "Quem"

Seja como forma de rematar alguma conversa ou como resposta a alguma provocação saudável no seguimento de um diálogo, existem alguns ditados populares começados por “quem” que te podem ser úteis. Afinal, quem diz o que quer, ouve o que não quer, não é verdade?

Ditados que com rima

Quem vai à guerra dá e leva.

Quem parte e reparte e não fica com a melhor parte, ou é tolo ou não tem arte.

Quem vai ao ar perde o lugar e quem vai ao vento perde o assento.

Quem não aparece, esquece; mas quem muito aparece, tanto lembra que aborrece.

Quem casa quer casa.

Quem diz as verdades, perde as amizades.

Quem se mete em atalhos não se livra de trabalhos.

Quem não deve não teme.

Quem conta um conto acrescenta-lhe um ponto.

Quem canta seus males espanta.

Quem não arrisca não petisca. 

Quem o alheio veste, na praça o despe.

Quem tem capa sempre escapa.

Outras expressões populares com “quem”

Quem tem telhados de vidro não atira pedras.

Quem sai aos seus não degenera.

Quem semeia ventos colhe tempestades.

Quem vê caras não vê corações.

Quem corre por gosto não cansa.

Quem muito fala pouco acerta.

Quem cala consente.

Quem mais jura é quem mais mente.

Quem não tem cão, caça com gato.

Quem avisa amigo é.

Quem ri por último ri melhor.

Quem não chora não mama.

Quem desdenha quer comprar.

Quem tem boca vai a Roma.

Quem brinca com o fogo queima-se.

Quem muito escolhe pouco acerta.

Quem nada não se afoga.

Quem não tem dinheiro não tem vícios.

Quem paga adiantado é mal servido.

Quem parte velho paga novo.

Quem sabe faz, quem não sabe ensina.

Quem nasce torto, tarde ou nunca se endireita.

Quem tudo quer tudo perde.

Quem é vivo sempre aparece.

As melhores lengalengas para descobrires aqui. 

Outros ditados e ditos populares muito conhecidos

Santos da casa não fazem milagres.

Toda brincadeira tem sempre um pouco de verdade.

Todo o homem tem o seu preço.

Vão-se os anéis e ficam-se os dedos.

Zangam-se as comadres, descobrem-se as verdades.

Vozes de burro não chegam aos céus.

Depressa e bem não há quem.

De grão a grão enche a galinha o papo.

Diz-me com quem andas, dir-te-ei quem és.

Deitar cedo e cedo erguer, dá saúde e faz crescer.

De noite todos os gatos são pardos.

Entre marido e mulher, não se mete a colher.

Em terra de cego quem tem olho é rei.

Cada qual é para o que nasce.

Criou a fama, deite-se na cama.

Até ao lavar dos cestos é vindima.

Ditados curtos

Recordar é viver.

Querer é poder.

Uma mão lava a outra.

Uma desgraça nunca vem só.

Devagar se vai ao longe.

De pequenino se torce o pepino.

Deus ajuda quem cedo madruga.

Enquanto há vida, há esperança.

Cão que ladra não morde.

Cada panela tem a sua tampa.

Cada macaco no seu galho.

Casa roubada, trancas à porta.

Qual destes ditados e ditos populares portugueses é aquele que mais usas? E o que mais gostas? 

FAQ's

O que são ditados e ditos populares?    
São expressões regionais cujos os autores são desconhecidos.

Quais são os melhores ditos e ditados populares?    
Podes ver aqui a nossa seleção. Prometemos deixar-te uma boa seleção dos ditados e ditos populares.