O que fazer em Lisboa – Atualizado

o que fazer em lisboa

Conhecida por ser a capital de Portugal, Lisboa é um destino turístico de eleição. Caso disso são os inúmeros prémios e reconhecimentos que a cidade alfacinha tem em diferentes atrações ligadas ao turismo.

Dada a sua popularidade, não é de estranhar que todos queiram aproveitar a melhor oportunidade para conhecerem a capital portuguesa. Aliás, para quem vive em território português, a tarefa não podia ser mais fácil, dado que é possível deslocar-se de inúmeras formas até à cidade alfacinha: carro, autocarro, comboio e avião.

Uma vez que é tão popular, decidimos criar uma sugestão de roteiro do que fazer em Lisboa em 3 dias. Avisamos-te já que vais ter muito que visitar e fazer! Contudo, e caso possas, visita a capital na época do santo padroeiro da cidade, o Santo António, altura em que a alegria e a euforia contagiam as ruas desta cidade à beira Tejo.

Dia 1: O centro! O que conhecer em Lisboa

praça do comercio - o que conhecer em lisboa

Nada melhor do que começar a aventura pelo centro da cidade. Além de toda a azáfama típica da capital, vais conseguir encontrar inúmeros pontos de atração que te vão deixar de queixo caído. Mas antes, podes sempre repor energias e conhecer os melhores restaurantes para tomar um belo brunch em lisboa.

De energias repostas, nada como conhecer a essência da cidade através do Panteão Nacional ou, então, Igreja de Santa Engrácia. Este é um autêntico memorial dedicado a inúmeros portugueses ilustres, incluindo Luís Vaz de Camões. Mas não é só de sepulturas que se faz este monumento: no topo poderás usufruir de uma das muitas vistas magníficas para o Tejo. Depois de absorveres a história de nomes ilustres portugueses, está na altura de visitares o Castelo de São Jorge, outrora castelo real de Portugal. A par do Panteão, a vista sobre a cidade é magnífica neste monumento.

Ao descer as escadas do castelo, podes sempre conhecer Alfama, o bairro mais típico e fotogénico de Lisboa. Continuando a descer, vais ter à Catedral da Sé de Lisboa, uma das paragens obrigatórias na capital. De seguida, e para repor energias, faz uma pausa na Praça do Comércio, a sala de visitas da capital e também das praças mais emblemáticas, dado que marca a entrada do Palácio Real.

Para terminar o dia em beleza, nada como desfrutares de uma experiência única no Ascensor da Glória e subires até ao miradouro do Jardim São Pedro de Alcântara.

Dia 2: a outra ponta da cidade.. Pontos turisticos de lisboa

pontos turisticos lisboa

Aproveita a boleia dos transportes públicos lisboetas para te sentires um verdadeiro alfacinha e sai na Estação do Oriente. Além de ser a maior estação de Lisboa, ela possui um edifício único e projetado a pensar na Expo 98. Se precisares de fazer algumas compras ou simplesmente quiseres visitar, em frente tens o Centro Vasco da Gama, um dos mais conhecidos e concorridos da capital.

Continuando na onda nostálgica dos anos 90, visitar o Parque das Nações é a sugestão que se segue. Construído também a pensar na Expo 98, este parque possui diversos elementos paisagisticos e arquitetónicos que te vão fazer prender as atenções, entre eles o Oceanário de Lisboa e o Jardim da Água que recria um “vulcão” de água. Mas antes, podes optar por percorrer o parque de teleférico.

Independentemente da tua escolha, não podes mesmo deixar de visitar o Oceanário de Lisboa. Porquê? Porque ele é só um dos maiores aquários do mundo e, por sinal, está repleto de surpresas para quem o visitar. Poderás encontrar, entre outras espécies, pinguins, estrelas-do-mar, cavalos-marinhos.

Termina o dia em beleza ao visitares o Museu Nacional do Azulejo, um dos mais importantes do país. Aqui aprenderás tudo sobre a origem do azulejo e toda a transformação que ele passou até à atualidade.

Bom, nós dissemos-te para terminares o dia em beleza, mas caso ainda tenhas energia e disposição, existe todo um mundo para descobrires à noite. Que tal desfrutares de um pouco da noite lisboeta? É que em Lisboa existem bares para todos os gostos e idades em diversos pontos da capital, incluindo a Avenida da Liberdade e a Baixa Pombalina. É só uma questão de experimentares para conheceres.

Dia 3: visita voltada para o Tejo.. Sitios a visitar em Lisboa

Visitar lisboa pelo rio tejo

No último dia, sugerimos-te a visita de locais emblemáticos da capital na zona de Belém. Por isso mesmo, o roteiro para este dia começa na Torre de Belém. A torre encomendada por Manuel I serviu de fortaleza para proteger Lisboa, contudo, hoje em dia não tem a função de defesa. Dado que não existe perigo, aqui poderás ter uma vista única e privilegiada sobre o Tejo, o rio onde habitam as “ninfas” de Luís Vaz de Camões.

Nas redondezas, encontras o Monumento dos Descobrimentos, que foi construído em 1960 para assinalar os 500 anos da morte de Henrique, o Navegador. Além deste monumento, em torno dele encontrarás a bonita calçada portuguesa que, diga-se de passagem, fica perfeita nas fotografias para mais tarde recordares.

Antes de passares para o outro ponto de visita, terás que passar pelo Jardim Praça do Império, onde encontrarás algumas esculturas interessantes que te farão lembrar as peças do xadrez. E daqui poderás também avistar o Mosteiro dos Jerónimos, o próximo ponto de paragem. Este monumento erguido em 1501 é um marco da Era dos Descobrimentos, contudo, também se “impõe” pela sua fachada arquitetónica única e tão portuguesa. Dadas as suas características, não é de admirar que seja considerado um belo lugar para tirar fotografias incríveis. Mas falar de Belém e não falar dos Pastéis de Belém não era a mesma coisa. Por isso mesmo, antes de seguires viagem até ao Museu dos Coches, terás que fazer uma pausa para degustar esta maravilhosa iguaria.

Termina este dia com a chave de ouro, ao visitares Palácio Nacional da Ajuda. Aqui residiram diversos elementos da realeza portuguesa até 1910, pelo que, e como podes calcular, o ambiente vivido neste palácio é de luxo, sendo todas as divisões decoradas com pompa e circunstância

Embora pareça um roteiro extensivo, em 3 dias conseguirás conhecer um pouco daquilo que a cidade de Lisboa tem para te oferecer em termos culturais e históricos. Mas caso ainda possas e tenhas disponibilidade, não podes perder a noite lisboeta, uma das mais animadas e agitadas do país. Desta feita, visita as  famosas casas noturnas e discotecas lisboetas que não podes perder neste teu último dia na capital de Portugal. Como sempre, existem diversos locais que alojam espaços com diversas temáticas e vibes, pelo que não será muito difícil encontrares o espaço que mais se adequa a ti e ao teu gosto pessoal e musical.

Sobrou tempo? Visita os Arredores de Lisboa - Sobre Sintra

o que visitar em sintra

Pode ficar a 30km da capital, mas esta é, sem dúvida, uma visitar que vale a pena. Aliás, este
guia “suplente” pode até ser facilmente um substituto de qualquer dos outros dias planeados
anteriormente. Só precisas de ir até à estação do Rossio para apanhar o comboio com direção
a Sintra. Mas fá-lo bem cedo, pois o dia promete ser longo e cheio de aventura. Podes, ainda,
tomar Sintra como último ponto da tua estadia por Lisboa, aproveitando, depois, para pernoitares e assim rumares a casa.

O primeiro ponto de atração é o Palácio Nacional da Pena, o verdadeiro postal da cidade. Este palácio elaborado e colorido foi erguido no século XIX por um rei excêntrico (quem diria!) que apoiava as artes e queria que o seu refúgio de verão fosse digno de um cenário de ópera. Além
da sua áurea magnífica, este local tem belos pontos para boas fotografias. Nas suas
redondezas existe o Parque da Pena, que conta com trilhos agradáveis e uma flora repleta de espécies não nativas de Portugal. Para chegares ao cume mais alto da Serra de Sintra, tens que caminhar desde o Palácio até ao cume durante 20 minutos. Lá terás uma vista privilegiada do Palácio.

Caso escolhas este guia para passar um dia romântico com a tua cara-metade, não podes perder o Chalet e Jardim da Condessa. Porquê? Porque é a materialização da história de amor de D. Fernando II e Elise Hensler,  o refúgio do casal. Localiza- se a poente do Palácio da Pena, com uma influência clara dos Chalets Alpinos. A decoração conta com diversos elementos como pinturas murais, estuques, azulejos e cortiça.

Se por um lado temos um palácio excêntrico e vibrante, por outro temos um de estilo gótico.
Trata-se do Palácio Nacional de Sintra, mesmo no coração da vila, que foi o mais frequentado
 e Portugal. O grande destaque arquitetónico deste palácio são as duas chaminés maciças, que se estendem sobre as cozinhas. No seu interior, a Sala dos Cisnes e a Sala das Pegas são decoradas de forma artística.

Muito próximo da zona histórica de Sintra, o Palácio de Monserrate é uma das criações arquitetónicas e paisagísticas mais belas do Romantismo em Portugal. Com influências góticas,
indianas e sugestões mouriscas, este palácio podia servir perfeitamente como cenário para uma bela história de amor ao estilo das mil e uma noites. Quanto aos seus jardins, existem diversas espécies de vários cantos do mundo, organizadas por áreas geográficas. Este é, sem dúvida, um dos mais ricos jardins botânicos de Portugal.

No meio de tantos palácios, existe um castelo: o Castelo dos Mouros. Chama-se assim por ter
sido construído pelos Mouros da África do Norte, como medida de proteção das terras férteis de Sintra. Foi uma grande conquista quando os Cruzados derrotaram os Mouros, porém, o facto de Lisboa ter sido escolhida para ser a capital não ajudou, e ao longo dos séculos foi
caindo em ruínas devido aos sucessivos fogos e terramotos que o atingiram. Atualmente está
parcialmente remodelado e é parte integrante dos terrenos do Palácio da Pena.

Por último, não podíamos deixar de referir a Quinta da Regaleira. É uma mansão gótica do
século XIX, com traços muito extravagantes. Tal se deve por ter sido mandada construir pelo homem mais rico de Portugal. Além da sua arquitetura, o ponto atrativo deste espaço são os jardins sofisticados com o seu sistema de túneis incrível. Existem na propriedade diversos símbolos religiosos secretos, jardins ocultos e outros objetos misteriosos. É, portanto, um bom local para estimular a criatividade e desvendar mistérios ocultos ou simplesmente para passares um dia diferente com a tua cara metade ou grupo de amigos. 

Interessado em restaurantes de brunch? Fica a par da nossa seleção em lisboa

FAQ's Gerais:

Quanto tempo posso demorar a visitar Lisboa?
Uma resposta dificil, depende dos gostos. No entanto, podemos ajudar-te com um roteiro de 3 dias para visitar.

Que tipo de transportes têm e posso utilizar em Lisboa?
Quase todo tipo, desde metro, comboio, eletrico, autocarros, tours