Metro do Porto: tudo o que precisas de saber

porto metro indicações

Seja de forma regular ou ocasional, o metro do Porto é sem dúvida uma das opções escolhidas por locais e turistas para se deslocarem na Invicta.

Tal como em qualquer cidade europeia, o metro acaba por ser a forma mais cómoda de fazer deslocações. Por isso é que no Porto o mesmo se verifica, ainda que apresente um sistema diferente de outros países e até mesmo que o próprio metro de Lisboa, por exemplo.

Uma vez que na Invicta encontram-se diversas atrações turísticas importantes (e não só), deslocares-te de metro torna-se uma das melhores opções a ter em conta. Caso este assunto te preocupe, estás no local certo para cessar todas as tuas dúvidas!

Como surgiu o metro do Porto

Este sistema de transporte público serve o Grande Porto com uma rede ferroviária elétrica em dois regimes: subterrânea no centro do Porto e à superfície nas periferias.

Com menos de 20 anos, a rede do metro do Porto foi inaugurada em dezembro de 2002 com a linha A, que liga o Senhor de Matosinhos à Trindade, aproveitando o antigo túnel ferroviário da Lapa.

Mais tarde, em 2004, a mesma linha expandiu para o Estádio do Dragão, a propósito do Euro 2004, que nesse ano decorreu em Portugal. Com esta expansão a rede passou a ter mais 3,8km de linha e mais 5 estações.

Até janeiro de 2011, o metro do Porto expandiu e inaugurou outras estações e linhas na periferia.

Por onde passa o metro?

linhas metro do porto
Créditos: cjceng

Desde a sua inauguração em 2002 até 2011, o metro foi expandindo não só no centro como também nas zonas limítrofes. Assim, em 9 anos de trabalhos, o metro passou a servir 7 concelhos: Porto, Gondomar, Maia, Matosinhos, Póvoa de Varzim, Vila Nova de Gaia e Vila do Conde. Além destes concelhos, existem planos para expandir a atividade para outros.

No total, o metro do Porto conta, até ao momento, com 6 linhas e um total de 82 estações.

Linhas e estações

No Porto, as linhas distinguem-se pelas suas cores mas também letras associadas. Assim, as linhas existentes e as estações (que se fazem nos dois sentidos) são:

  • Linha A (azul): Estádio do Dragão-Senhor de Matosinhos
  • Linha B (vermelha): Estádio do Dragão-Póvoa de Varzim
  • Linha C (verde): Estádio do Dragão-ISMAI
  • Linha D (amarela): Hospital São João-Santo Ovídio
  • Linha E (lilás): Estádio do Dragão-Aeroporto
  • Linha F (laranja): Senhora da Hora – Fânzeres

De todas as estações, a mais importante é da Trindade, já que lá consegues usufruir de todas as linhas da rede, a única que te permite a ligação entre as linhas A, B, C, E e F à linha D

Estás no sitio certo, tens de ver a nossa lista super atualizada com os wines bares.

Linha G prevista para 2023

Prevista para 2023, a linha G (rosa) vai ter uma exensão de 2,5km e pretende ligar, de 5 em 5 minutos, a Casa da Música a São Bento.

Com 4 estações, esta linha passa pela Casa da Música, Galiza, Hospital de Santo António e São Bento. Na estação de início e partida existem ligações às outras linhas da rede: em São Bento à linha D e na Casa da Música às linhas A, B, C, E e F.

Horário

O horário de funcionamento do metro é das 06h à 01h, com uma frequência que varia entre 4 e 15 minutos, dependendo da linha e hora que viajes.

Bilhetes e tarifas

Para usares o metro do Porto precisas de um cartão com chip chamado Andante. É intermodal, ou seja, podes usar noutras transportadoras da Área Metropolitana do Porto (ver a seguir). Esta medida fez com que a rede de metro da Invicta fosse a primeira do mundo a adotar bilhetes de baixo custo sem contacto.

Para circulares no metro, existem três tipos de bilhete:

  • Andante azul, que podes usar para viagens ocasionais, tendo o cartão validade de 1 ano. Caso carregues 10 viagens, 1 é oferecida;
  • Andante prateado, que se trata de uma assinatura mensal com número ilimitado de viagens durante o mês. Podes recarregá-lo num multibanco, embora tenhas que ir a uma loja Andante para fazê-lo na primeira vez;
  • Tens ainda a aplicação Anda, que substitui os cartões físicos, otimizando as viagens feitas mensalmente de forma a que o passageiro pague o menor valor possível.

O sistema de viagem do metro funciona por zonas, pelo que o preço mais baixo a pagar é o de duas zonas (Z2, que custa 1,20€), mesmo que viajes apenas dentro de uma zona.

Ligação com outros transportes da rede do Porto

Tal como foi referido, existem ligações a outros transportes dentro da Área Metropolitana do Porto, sendo que em alguns deles podes, inclusive, usar o sistema andante.

As estações que dispõem de ligação a outros transportes são as seguintes:

  • Aeroporto: autocarros (incluindo STCP) e transporte aéreo;
  • Aliados: autocarros (incluindo STCP);
  • Bolhão: autocarros;
  • Campanhã: comboios CP e autocarros (incluindo STCP);
  • Campo 24 de Agosto: autocarros;
  • Casa da Música: autocarros (incluindo STCP);
  • Contumil: comboios CP;
  • D. João II: autocarros;
  • Estádio do Dragão: metro (linhas A, B e C);
  • Fonte do Cuco: metro (linhas B, C e E);
  • General Torres: comboios CP;
  • Hospital de São João: autocarros (incluindos STCP);
  • ISMAI: autocarros e Transportes Alternativos da Trofa;
  • Marquês: autocarros (incluindo STCP);
  • Mercado: autocarros (incluindo STCP e Maré);
  • Santo Ovídio: autocarros;
  • São Bento: comboios CP, autocarros (incluindo STCP) e Funicular dos Guindais;
  • Senhora da Hora: metro e autocarros (incluindo STCP e Maré);
  • Trindade: metro (linhas A, B, C, D, E e F) e autocarros;
  • Verdes: metro (linhas B e E);

As melhores e mais tipicas casas de fado do porto. 

FAQ's

Metro do Porto horarios?
O horário de funcionamento do metro é das 06h à 01h, com uma frequência que varia entre 4 e 15 minutos, dependendo da linha e hora que viajes.

Linhas metro do Porto?
Linha A (azul): Estádio do Dragão-Senhor de Matosinhos
Linha B (vermelha): Estádio do Dragão-Póvoa de Varzim
Linha C (verde): Estádio do Dragão-ISMAI
Linha D (amarela): Hospital São João-Santo Ovídio
Linha E (lilás): Estádio do Dragão-Aeroporto
Linha F (laranja): Senhora da Hora – Fânzeres